Como se locomover Em Paris -Transporte em Paris

Como prometi no post Paris nos pés, vamos falar sobre a melhor forma de se locomover em Paris.

Alugar um carro é uma loucura, nem os próprios parisienses usam seus carros para se locomover em Paris, isso porque o trânsito é uma loucura e não tem vaga para parar o carro. Paris é muito pequeno, então é tudo muito concentrado. 


O taxi seria uma boa opção já que quase tudo fica relativamente perto, mas o trânsito e as altas tarifas praticadas deixa o preço um pouco salgado.

A minha opção é o transporte público, principalmente o metrô e o RER, que é fácil de usar e fácil de saber onde você vai descer é só ler o nome das estações pintado nas paredes. É uma opção barata, e rápida. E eu acho fantástico me misturar com a população local quando estou viajando e aproveito as viagens de metrô para observar o povo, as pessoas indo trabalhar, as crianças voltando da escola, etc… Uma boa opção também para ouvir a língua local e treinar os ouvidos.

Antes de vijar você precisa saber que em Paris são 14 linhas de metrô, cada uma com um número e uma cor e 5 linhas de RER cada uma com uma cor e uma letra.

A diferença do metrô para o RER é que o metrô só circula na zona metropolitana de Paris, e o RER vai até cidades próximas como Versailles. Dentro de Paris o RER funciona como um metrô (mesmo preço e mesma tarifa) mas com menos paradas. Se você for sair da área demarcada nos mapas você tem que compar um bilhete especial para o seu destino, se você for a Versailles, Disney ou o Outlet em Marne-la-Vallée TEM QUE COMPRAR UM PASSE ESPECIAL E MAIS CARO PARA ESTE DESTINO.

Outra dica importante é SEMPRE GUARDAR o passe utilizsado até o fim da viagem pois em algumas estações, principalmente as do RER, tem que passar o bilhete para liberar a catraca na saída.

Sempre vai ter uma estação de metrô ou RER perto de onde você está e perto do seu destino, é só uma questão de estudar o mapa do metrô e traçar sua rota com o mínimo de baldeações possíveis, pois trocar de linha inclui caminhadas subterrâneas e o tempo passa, mas não se preocupe com a espera do trem, eu nunca fiquei mais dos que 4 minutos na plataforma esperando o próximo trem. O intervalo é bem curto e existem painéis sinalizando o tempo de espera em cada estação. Desta forma, se o trem estiver cheio, você pode escolher esperar o próximo que as vezes vai chegar em 1 minuto e grandes são as chances dele estar vazio.

A última dica é sobre a compra dos passes. Existe um passe que você compra por um número determindado de dias (1, 2, 3 ou 5) que te permite ilimitadas viagens na área escolhida, o da área metropolitana de Paris por exemplo custa 9,75 euros para um dia, então vale pena fazer as contas de quantos passes você vai usar por dia, lembrando que o um passe é válido da hora que você entra em uma estação até a hora que você sai independentemente do tempo e do número de baldeações. O passe avulso custa 1,70 euros e existe a opção de comprar um carnet de passes que são dez passes avulsos  que podem ser usados por mais de uma pessoa e sai bem mais barato. O carnet custa 12,70 euros e você pode usar em vários dias se quiser.

Bom, se alguma coisa ficou mal explicada é só perguntar.

Quer dicas de Orlando? Acesse: www.izaemorlando.com.br
Eu posso te ajudar a planejar sua viagem. Saiba mais…
IzaPeloMundo.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.