Comprar imóvel financiado nos Estados Unidos

Casa de férias em Orlando
Em 2012, eu e meu marido decidimos que queríamos comprar uma casa em Orlando e começamos a nos programar para isso. Contatamos um corretor de lá e ficamos olhando os imóveis e fazendo as contas de quanto precisávamos. O próximo passo foi fazer o caixa para tornar este sonho possível.

Economizar sempre foi um hábito em casa. Sempre guardamos uma parte da nossa renda para alguma coisa. Fiz até um post sobre economia e viagem que faz bastante sucesso aqui no blog.
Depois que conseguimos ter uma ideia real do que envolveria comprar uma casa lá, percebemos que estaríamos prontos no segundo semestre de 2014.
E assim foi. Embarcamos em agosto de 2014. Poucos meses antes de viajarmos, o corretor que nos atendeu neste período todo de preparação sumiu e não respondia mais nossos emails. Estava chegando a hora de viajar e não tinhamos contato para nos atender em Orlando, até que uma grande amiga viajou 15 dias antes de nós e comprou uma casa lá com uma corretora fantástica que nos atendeu muito bem e nos ajudou em TUDO!!!
Tinhamos a ideia de comprar uma townhouse (aquelas casas geminadas, sabe?) que são mais baratas e no máximo de 4 quartos que era o que o nosso caixa permitia. Tinhamos visto várias opções pela internet. Quando saímos para ver as casas, todas as opções que vimos não estavam disponível como queríamos. Ou ia demorar para construir, ou ficavam em um parte ruim do condomínio, ou não tinham mais unidades disponíveis. Um banho de água fria.
No fim do dia, cansados e desanimados, fomos com a corretora ver a casa da minha amiga, pois ela queria que eu fizesse um FaceTime com ela de lá para ela ver como estava a construção da casa. A casa dela ficava em um condomínio MARAVILHOSO, mas completamente fora do nosso orçamento. Eram casas individuais de até 9 dormitórios e um clube incrível para estas casas. Chegando lá, acabamos vendo uma casa e na empolgação mandamos uma proposta e em menos de 5 minutos recebemos a contra-proposta da construtora e em outros 5 minutos aceitamos e compramos uma casa linda de 6 quartos e 6 banheiros com piscina e jacuzzi no quintal, exatamente o dobro do preço que pensávamos em gastar. É incrível como se faz negócio rápido nos Estados Unidos. Demos um cheque e USD 5.000 para fechar o negócio (uma espécie de sinal) e negócio fechado.
Daí começou a correr a papelada do financiamento e foram quase 90 dias de espera. Cada dia solicitavam um documento diferente. Uma loucura. Um stress. Mas um pouco antes do Natal, assinamos o closing (fechamento) e pegamos as chaves da casa!!!
Vamos lá, o que você precisa saber para comprar uma casa nos Estados Unidos:
1) Os negócios lá são rápidos e simples de serem fechados (se você pensar muito perde a oportunidade) ;
2) O processo de financiamento vai demorar mais do que o prazo (o nosso era de 30 dias);
3) Quase tudo pode ser feito online; (mas você tem que estar lá para fazer o fechamento e assinar os papéis)
4) O ideal é colocar a casa em nome de uma empresa, que você abre em alguns minutos com um contador de lá, isso facilita na hora da sucessão e no caso de você alugar a casa para temporada, a responsabilidade fica limitada à casa (à empresa) em caso de processo judicial.
5) Para financiar a casa para estrangeiros é bem mais fácil se a casa for nova e você comprar da construtora. Para casas usadas a chance é bem menor do financiamento ser aprovado.
6) No caso de financiamento, você paga 30% (às vezes 40%, depende do seu cadastro) da casa e o resto paga em parcelas mensais em 30 anos.
Como é o processo:
1) Você escolhe o corretor (como disse tenho uma ótima, é brasileira e super prestativa);
2) Você visita as casas com o corretor (diferente do Brasil, todos os imóveis estão disponíveis para todos os corretores, então não é necessário procurar outro corretor pensando que ele vai te mostrar outros imóveis);
3) Você escolhe a casa;
4) Você manda uma proposta para a construtora;
5) Você recebe a contra-proposta ou a aceitação da construtora;
6) Você fecha o negócio e dá um cheque de USD 5.000 para segurar a casa enquanto fazem o contrato;
7) Você assina o contrato e dá a diferença dos 30% (ou 40%) do sinal; (caso o financiamento não seja aprovado, eles te devolvem o valor que você pagou, mas se você desistir do negócio, eles devolvem só uma parte)
8) Inicia-se o processo de financiamento (esteja preparado para incomodar o seu contador, pois toda hora eles pedem uma carta diferente – estou falando do contador brasileiro mesmo).
9) Com o financiamento aprovado, você faz o fechamento e pega as chaves!!!!

Veja onde se hospedar em Orlando
Veja onde se hospedar em Miami
Eu posso te ajudar a planejar sua viagem. Saiba mais…
Acompanhem as novidades no facebooktwitter e instagram!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.